Aversão

Não desejo teu toque,
Muito menos teus beijos,
Não ligo pros teus sentimentos,
Não me importo com teus desejos.

Desconforta quando olhas a mim,
Me irrito com tua voz,
Evito estar perto de ti,
Detesto falar sobre "nós".

Me enoja esta tua carência,
Não quero mais te conhecer,
Cismo tua total subserviência,
Esqueça-me, é o melhor a fazer!

Não importa o quanto me queiras,
Não faço parte da tua vida.
Não quero ser sua amante,
Sequer, quero ser sua amiga.


Poesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário