AUSÊNCIA

Meu silêncio grita,
Tu não ouves,
Meus olhos choram,
Tu olhas, mas não vês,
Minhas mãos soam inquietas,
Sangro por dentro.
Onde tu andas?
Onde está teu pensamento?
Dizes: está em ti.
Mas não,
Procuro lá, não me encontro.
Não estou em ti,
Nem em teus pensamentos,
Nem em teus lábios,
Nem em teus braços,
Estou aqui, para ti, por ti,
No vazio, esperando,
Ansiando teu amor.


 
 
Maiara Angels, Texto publicado na Coluna do Viva Feira

Um comentário:

  1. A ausência do ser amado, nos torna reféns de uma alma triste e amargurada... Por sorte, temos os versos para nos libertar... Aplausos...

    ResponderExcluir