Versos Apaixonados

É inútil tentar fugir agora,
Já que o amor impregnou-se, alojou-se e fez morada
Nas terras frágeis e solitárias de meu pobre coração.
Quero versejar as mais belas poesias de amor pra você.
Sinto o meu peito sufocado,
Minha respiração está desritmada,
Tenho vontade de rir e de chorar ao mesmo tempo!
É como se parte de mim estivesse faltando...
E sabe o que é pior?
Eu nunca o vi pessoalmente,
Somente através da tela de um aparelho móvel,
Ou seja, nada justifica ter algo tão forte assim
Crescendo e pulsando por você aqui dentro de mim...
Perco-me nas horas imaginando o seu sorriso,
A doce fragrância de seu perfume...
O seu toque, o seu afago, os seus gestos de carinho.
Você me inspira tanto!
Não deve ser ruim deixar fluir esse belo sentimento,
Talvez não fosse se acaso não fosse errado...
Céus! Sinto-me como a reencarnação de Shakespeare
Com toda a sua amplitude e magnitude
De conseguir jorrar a alma através de versos...
Nasci para sentir amores intensos
E perder-me em insanos sentimentos
Que vagueiam por toda a minha alma,
Abalando-me... Alucinando-me...
Sinto-me febril com tamanha paixão
Alocada e crescente em meu frágil ser...
Pior do que um alcoólatra bêbado,
É um poeta apaixonado.
Cada frase é um poema,
Cada dia longe de você,
É um triste e infeliz dilema.
Minha mente em seu estado psíquico normal,
Já é toda bagunçada,
Imagina como está agora estando apaixonada?
Meus versos jorram sem parar,
Eu não consigo evitar!
É como um rio que corre em disparada,
Louco para se encontrar com o mar.
Ah! que triste decepção,
Pregou-me novamente
Esse malvado coração!

Gabi Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário